360 mil trabalhadores da IBM vão parar de usar o Microsoft Office

Segundo o jornal econômico alemão Handelsblatt, 360 mil trabalhadores da IBM vão parar de usar o Microsoft Office e mudar para o Open Office – baseado no software Symphony. Os funcionários da IBM deram dez dias para mudar para o Symphony, o software IBM Lotus. O uso de Microsoft Office, no futuro, irá exigir a aprovação gerencial. De imediato, o Open Document Format (ODF) irá vigorar na IBM e a extensão .doc em breve irá pertencer ao passado.

Lotus Symphony é um software de escritório, que incorpora grandes pedaços personalizados do Open Office sem um módulo de banco de dados. O download do software livre fornecido pela IBM é uma tentativa de atrair clientes afastados da Microsoft. A colaboração da IBM com distribuidores Linux como Red Hat, Canonical e Novell foi concebido para fortalecer as oportunidades do mercado de software.

O motivo para a migração não parece ser a economia das taxas de licença, e de acordo com um assessor de imprensa da IBM, o movimento é uma clara afirmação na apreciação de padrões de código aberto (Britta Wuelfing).

Fonte: Software Livre Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *