Apenas 78 milhões de reais

No fim do ano passado, técnicos do Tribunal de Contas da União (TCU) fiscalizavam uma obra do setor energético e encontraram um orçamento no valor de 309 milhões de reais de uma estatal, que apresentava claramente um exagero se comparado a obras do mesmo porte. Descontadas todas as despesas, quase um terço do valor não era justificável.

Os técnicos do TCU apontaram um excesso de 120 milhões de reais nos custos e solicitaram esclarecimentos ao gestor da obra. O responsável mandou o esclarecimento:

“Os senhores estão enganados, pois o superfaturamento não era de 120 milhões, mas de apenas 78 milhões de reais

Político Honesto

Pelo menos uma notícia boa na história, o TCU mandou cortar realmente 120 milhões do orçamento original e não o apenas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *