Design de Epicentro

Comece do núcleo da página e construa para fora

Design de epicentro foca na verdadeira essência da página — o epicentro — e então constrói para fora. Isso significa que, no começo, você ignora as extremidades: a navegação/menus, rodapé, cores, barra lateral, logotipo, etc. Em vez disso, você começa o epicentro e faz o design das peças de conteúdo mais importantes primeiro.

Seja qual for a página ela não pode viver sem seu epicentro. Por exemplo, se estiver fazendo o design de uma página que mostra a publicação de um blog, a publicação por si é o epicentro. Não as categorias na barra lateral, não o cabeçalho no topo, não o formulário de comentários embaixo, mas a unidade de publicação de mensagem do blog. Sem essa unidade de publicação, a página não é a publicação de um blog.

Somente quando essa unidade está completa você começaria a pensar no segundo elemento mais crítico da página. Então, depois desse segundo elemento mais crítico, se moveria para o terceiro, e assim por diante. Isso é design de epicentro.

Design de epicentro evita o tradicional modelo “vamos construir a moldura então jogar o conteúdo dentro”. Nesse processo, o formato da página é construída, então a navegação é incluída, então as “coisas” de marketing são inseridas e então, finalmente, o núcleo da funcionalidade, o verdadeiro propósito da página, é enfiado em um espaço qualquer que tenha sobrado. É um processo de trás para frente que tira o que deveria ser a prioridade principal e deixa isso para o fim.

Design de Epicentro vira esse processo e permite que você foque no que realmente interessa no dia um. Essenciais primeiro, extras em segundo. O resultado é uma tela mais amigável, focada e usável para os clientes. Além disso, permite que você comece o diálogo entre designer e desenvolvedor logo de cara em vez de esperar por todos os aspectos da página caírem na linha primeiro.

Do livro ‘Getting Real’, aqui você encontra a tradução completa em português do mesmo.

É o que eu sempre digo para a moçada, concentre-se no conteúdo, foque na essência do produto, no que realmente ele se propõe a transmitir, o resto é só firula.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *