Murdoch quer fechar com a Microsoft

O velho Rupert Murdoch, fundador da News Corp., o quinto maior conglomerado de mídia do mundo que controla canais de TV como o Fox, jornais como o Wall Street Journal e o britânico The Times, continua tentando desafiar o Google. Para isso, articula um acordo inédito, segundo o qual a Microsoft pagaria para ter acesso exclusivo aos links das publicações da News Corp., por meio do Bing, a ferramenta de buscas da companhia de Bill Gates, ou seja Google News ficaria de fora. O pessoal da News Corp., ao contrário de todos na internet, evitaria os algoritmos de busca do Google.

murdoch

Pesquisa da consultoria Serasa Experian Hitwise indica que, nos Estados Unidos, o site de busca e seu agregador de informações, Google News, são responsáveis por 26,3% da audiência da versão on-line do Wall Street Journal. Esse porcentual está acima da média de publicações americanas, que é de 21,5%. No Brasil, quatro em cada dez usuários da web chegam a sites de notícias pelo Google. Para Murdoch, é burrice se manter enfeitiçado por esses números. Recentemente, ele disse que os links do Google “roubavam” as histórias de seus jornais.

Hoje, os sites de busca movimentam 33 bilhões de dólares por ano ao redor do mundo, segundo estimativa do J.P. Morgan. Desse valor, 72% vão para o Google. A Microsoft detém somente 7% do total. Murdoch parece ter encontrado um aliado na Microsoft, que procura transformar o Bing numa alternativa ao Google.

O Bing cresce lentamente no mercado americano – e Steve Ballmer, o presidente da empresa, afirma que acelerar esse crescimento, por meio de investimentos, é uma prioridade. O acordo com a News Corp. – cujos detalhes ainda são desconhecidos – seria o primeiro passo dessa estratégia.

Com informações da Veja e do InfoPlantão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *