Sinceramente, eu já fui mais feliz.

Estava prestes a choramingar minha tristeza, burrices e preocupações dos dias atuais, quando reli o título que escrevi para o post e mesmo com o peito aqui apertado, angustiado, pensei: “Ainda bem que não fui MAIS TRISTE”.

Engraçada e maluca essa minha mente, que insiste em me manter com os pés no chão mas não me impede de voar.

O pior dos problemas da gente é que ninguém tem nada com isso.

Mário Quintana – Caderno H

4 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *