Vá pra China!

PEQUIM (Reuters) – A polícia chinesa fechou um site que vendia pornografia em tempo real e deteve 33 pessoas, informou a mídia estatal na quarta-feira, como parte de uma campanha que levou ao fechamento de 44 mil sites e à detenção de 868 pessoas nos últimos 12 meses.

A China lançou uma campanha de repressão à pornografia online e ao conteúdo “insalubre” de Web depois que o presidente Hu Jintao afirmou que a ampla difusão da Internet no país representava uma ameaça à estabilidade social.

O site de sexo ao vivo, cujo servidor está instalado em Taiwan, cobrava dos visitantes para que assistissem a strip-teases ou outros espetáculos eróticos encenados na China, de acordo com a agência de notícias Xinhua.[…]

[..] O governo emprega dezenas de milhares de censores e uma vasta rede de filtros para controlar as informações online.

A China anunciou no mês passado que reprimiria os sites de vídeo na Web, e que só permitiria que sites sob controle do Estado postassem conteúdo em vídeo online. As novas restrições entrarão em vigor no dia 31 de janeiro.

(Por Ian Ransom e Nick Macfie)

Fonte: Reuters:Brasil

Censura Chinesa

A luta do regime comunista contra a pornografia na internet se intensificou em abril de 2007, com o lançamento de uma campanha de “purificação”. Enviar uma mensagem com conteúdo sexual pela internet ou por telefone celular pode causar uma multa de 300 euros e seis dias de detenção, enquanto a venda de pornografia através da rede é punida com uma condenação de seis meses a três anos de reclusão. Ainda vai?

Ouvi muito quando criança que era mais educado mandar o chato ir à China do que àquele outro lugar, educado o caralho, é porque é o melhor lugar para mandá-lo mesmo =]

Post criado 472

2 comentários em “Vá pra China!

  1. Sei que bato muito na tecla da cegueira coletiva, mas é muito interessante ver como a mídia brasileira trata a ditadura cubana e a ditadura chinesa (aberta ao capital). Fosse isto em Cuba e a próxima Veja já estamparia o fato na capa com Fidel usando chifrinhos de capeta. Na China, enquanto for simpaticíssima ao capitalismo, os ataques às liberdades individuais não merecem notas com maior profundidade ou crítica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo